Lotus Indycar

Em 1985, o campeonato CART tinha sido recentemente criado nos USA e esse facto levou ao interesse por parte de inúmeras equipas europeias, que viam na formula americana, algo em que poderiam apostar (por intermédio das equipas locais), sem grandes custos de alterações dos seus veículos.

Roy Winkelmann, da Winkelmann Racing foi um esses exemplos. Após efectuar alguns contactos, um dos quais com a Cosworth, para conseguir os motores dessa marca, Roy decidiu contactar alguns designers para a construção do carro.

Esse facto levou a um contacto com a Lotus, Gérard Ducarouge e Mike Coughlan. A Lotus construía, desde 1981, os seus carros com recurso à fibra de carbono, juntamente com kevlar, o que resultava num carro leve e competitivo.  Após estes contactos, a Lotus construiu um protótipo baseado no Lotus 95T (devidamente adaptado) e Al Unser Jr. chegou a ser contratato pela  Winkelmann Racing.

No entanto, o projecto não teve seguimento, os patrocínios desapareceram, o protótipo construído nunca foi utilizado em pista e Al Unser Jr. acabou por correr na equipa de Doug Shierson.Mais um caso que poderia ter tido um final diferente e que acabou como tantos outros desaires…

Anúncios



%d bloggers like this: